sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

RESENHA: A Profecia da Babilônia – Livro 1 (Tim Lahaye & Greg Dinallo)

FICHA TÉCNICA:
A Profecia da Babilônia
Autores: Tim Lahaye; Greg Dinallo
Editora: Best Seller
N. páginas: 391

Comprar na livraria Cultura

 
Sinopse: Uma combinação única e bem-sucedida de suspense e conteúdo: assim pode ser definida a série "A Profecia da Babilônia". A partir de sólidas pesquisas sobre a Bíblia e sua interpretação, Tim LaHaye criou uma seqüência de tirar o fôlego, com todo os ingredientes de um bom thriller. Neste primeiro volume, que dá nome à série, o autor apresenta o arqueólogo de campo e professor universitário Michael Murphy, sua luta contra forças do mal e a revelação de segredos antigos que podem interferir nos acontecimentos atuais - descobertas que desafiam a crença de Murphy e colocam em risco as pessoas que ele ama.


--------------------------------------------------


 
Já tinha há algum tempo esse livro guardado para ser lido em tempo oportuno, mas sempre pulava para outra leitura e acabava deixando-o para trás. Enfim, chegou o momento de lê-lo e devo dizer que estou profundamente arrependido por não tê-lo lido antes. Sim, A Profecia da Babilônia é tudo o que um bom livro de ficção cristã deve ser: entretém - te deixa preso à história do início ao fim com doses maciças de suspense e aventura; informa – relata várias coisas interessantes sobre a arqueologia bíblica; e evangeliza – conforta através da Palavra de Deus (quando se perde alguém próximo, como ocorre com o protagonista) e mostra porque o Deus cristão é melhor que os outros (muito bom!).
 
Os personagens são cativantes. Michael Murphy é o cara! É arqueólogo ( um Indiana Jones a serviço de Cristo), inteligente, determinado e pronto para enfrentar qualquer perigo para provar que a Bíblia é autêntica em todos os sentidos. É casado com uma especialista em mapas da antiguidade, que praticamente o completa. Laura é o nome de sua esposa. Ela é meiga e amável, mas assim mesmo tenta manter, a carões, seu marido fora de encrencas. Não preciso dizer que é em vão.
 
Os vilões dessa obra são nada-mais-nada-menos do que um grupo de poderosos chamado "OS SETE", que querem implantar a nova ordem mundial e para isso recrutam duas pessoas sem nenhum escrúpulo: Um é dono da maior empresa de telecomunicações do mundo; o outro é um assassino profissional capaz de se disfarçar e penetrar em qualquer local que for necessário.
 
Murphy tem nesse livro uma missão: encontrar a serpente de bronze construída por Moisés, que para muitos pode ter poderes sobrenaturais (será?) e que para o arqueólogo é de suma importância para autenticar as histórias bíblicas. Essa serpente, no livro, está muito mais para a história do livro de Daniel do que de Números (capítulo 21). A resposta você encontrará no livro, senão essa resenha ficará imensa!
 
Não começarei aqui a elogiar os autores da obra, porque iria torna-me repetitivo. Tim Lahaye é demais e parece ser uma fonte inesgotável de ideias absolutamente fantásticas e o coautor parece completá-lo.
 
Em suma, o livro é ótimo, mas como é o primeiro de uma série, não termina aqui. O segundo da série promete e muito. Já comecei a lê-lo também (vagarosamente, já que tenho outros para ler de imediato) e posso dizer que já começa eletrizante. RECOMENDADÍSSIMO.
 
Nota: 10!

2 comentários:

Eu disse...

Já li esse livro e li o segundo também, estou louca pra ler o terceiro.
E eu também adoro os livros do Tim...

Gisele
http://dicasdelivrosefilmes.blogspot.com/

Rodney Eloy disse...

Grande Naasom, como vai?

Com certeza, esta série é fantástica!!!

Li os dois primeiros: "A profecia da Babilônia" e "O Segredo do Ararat" e descobri que a editora acabou de lançar o terceiro volume: "A conspiração Europa" http://bit.ly/h7xCiJ ... preciso comprar urgente =)

Coincidentemente estou termindo a leitura de "À Beira do Apocalipse", outra série que também promete...


Abração