Conheça as ficções cristãs lançadas no Brasil

Não sabia que há uma biblioteca de ficções cristãs para você ler? Veja aqui uma lista completa com os títulos publicados em nosso país.

Frank Peretti que o Brasil não conhece

Saiba que Frank Peretti tem muito mais lá fora do que "Este Mundo Tenebroso". Veja quais sucessos dele ainda não deu as caras por aqui.

Leia a resenha de A Negociadora

Um dos grandes sucessos da escritora Dee Henderson é a série O'Malley. Saiba mais sobre esse primeiro livro da série.

Livro impresso "Ilusão"

Uma ficção cristã de suspense que você não vai para de ler até o final da história. Adquira já o livro impresso ou o eBook baratíssimo.

Tudo que tenho é Cristo

Assista a essa animação emocionante que nos mostra o que está reservado ao cristão que persevera até o fim.

terça-feira, 4 de outubro de 2016

FILME/ NACIONAL: Globo lançará filme sobre “Igreja do Diabo” (Era o que faltava!)

Globo lançará filme sobre Iozzi e Rosa numa comédia dos infernos

A maior produtora cinematográfica do Brasil, a Globo Filmes, subsidiária da Rede Globo de Televisão, está fazendo uma aposta arriscada. Acostumada aos sucessos de bilheteria de comédias estrelando artistas famosos pelas novelas, seu novo lançamento tenta fazer graça com o diabo.

Dirigido por Toni Venturi, o nome do filme é "A Comédia Divina", um trocadilho com o famoso livro de Dante Alighieri, sobre uma viagem ao inferno. A premissa do roteiro, segundo o material de divulgação é que o Diabo (Murilo Rosa) está preocupado com sua baixa popularidade.

Por isso, decide abrir sua própria igreja na Terra para conquistar fiéis. Desejando alcançar sucesso rapidamente na empreitada, decide apoderar-se de uma emissora de TV. Entra em cena a repórter Raquel (Monica Iozzi) que deseja entrevistá-lo para uma matéria exclusiva.

Buscando o sucesso, o diabo passar a apresentar um talk show chamado "Satã Night show". Uma das atrações do programa é "queimar pessoas ao vivo". Ao mesmo tempo, ensina em sua igreja que tudo que era proibido agora é permitido.

O ser humano é incentivado a realizar todas suas fantasias reprimidas. Por exemplo, a inveja é mostrada como a essência da concorrência e o que faz o mundo girar.

Estranhamente, Deus é representado como uma mulher negra (Zezé Motta)., que só está preocupada com jogos de azar, que usa para driblar o tédio. No trailer, há um diálogo entre ele e Satanás. Falando sobre a humanidade, Deus chama o Diabo de "filho" e explica: "Os homens não são fiéis. Por isso criei o cachorro!".

O roteiro do longa é baseado no famoso conto de Machado de Assis, "A Igreja do Diabo", mas se passa nos dias de hoje. Rodado em 2014, sua estreia estava prevista para o final de 2016.

Assista o trailer no link a seguir: https://youtu.be/pqPEtEDOHoQ

youtu.be
Abalado por sua baixa popularidade o Diabo (Murilo Rosa) resolve vir à Terra e fundar sua própria igreja. Os pecados são virtudes e devem ser estimulados. Ut...


segunda-feira, 3 de outubro de 2016

LIVRO/ RESENHA: O clone de Cristo, J R Lankfor


Amigos do blog Ficção Evangélica, li um livro recentemente quero compartilhar com vocês.

Não é uma ficção evangélica propriamente dita, mas tem uma temática interessante para nós cristãos.

A segunda vinda de Cristo através de um clone? Como isso se daria?

Fiz um vlog/review falando sobre o livro. Por favor assistam ao vídeo.

Abaixo deixo o link para vocês conferirem.

Forte abraço.


https://www.youtube.com/watch?v=g9PwNXEVNgA

www.youtube.com
Um livro de ficção que aborda clonagem humana e fé. No que isso vai dar? Seria possível alguém clonara a Cristo? Como isso seria possível? Conheça esse livro...


terça-feira, 20 de setembro de 2016

FILME: Protagonista de “Deus Não Está Morto” conclui filme sobre ateu que se converte



O ator Kevin Sorbo, cuja carreira ficou marcada pelo papel de Hércules na televisão, teve um recomeço de carreira em 2014. Após o grande sucesso de "Deus Não Está Morto", ele se tornou um dos grandes nomes nos filmes cristãos.



Tanto Deus Não Está Morto quanto a sequência Deus Não Está Morto II foram filmados com orçamentos pequenos e deram grandes retornos. O primeiro arrecadou mais de US$ 60 milhões e custou apenas US$ 2 mi. A segunda parte, lançada em 2016, custou US$ 5 mi e rendeu US$ 20 milhões nas bilheterias.

Ambos abordam o conflito entre as pessoas de fé e as instituições ateístas que procuram ridicularizá-los. Sorbo acabou de filmar seu terceiro filme com temática cristã seguido: Let There Be Light [Haja Luz]. Sua esposa, Sam Sorbo, foi a coautora da história que fala sobre um famoso ateu que se converte a Jesus após uma experiência de quase-morte.

Sam acredita que o novo longa é quase um "Deus não está morto 3", pois é um fruto direto. Afinal, no primeiro filme Sorbo interpreta o Dr. Radisson, professor de filosofia ateu que força seus alunos a assinarem uma declaração dizendo: "Deus está morto".

A esposa de Kevin explicou que a ideia de escrever sobre isso veio após o sucesso do marido nos dois filmes da franquia "Deus está morto". "Certo dia eu fiquei pensando: o que aconteceria se o maior ateu do mundo viesse a conhecer a Jesus?".

Para o casal, conta ela, "Foi uma surpresa entender o tanto de apoio que uma história de fé podia receber". Também causou impacto em suas vidas o encontro que Kevin teve com uma mulher em um aeroporto. Ela veio até ele e disse: "Esse filme mudou minha vida. Eu era muçulmana, mas agora sou cristã. Recentemente fui batizada com minha filha".

A roteirista diz que naquele momento entendeu: "Temos de fazer mais esse tipo de filme". Let There be Light custou 3 milhões de dólares e seu lançamento está previsto para dezembro de 2017. 

Com informações de AL e GospelPrime


terça-feira, 6 de setembro de 2016

FILME: Novo longa "Deixados para Trás" chegará em breve nos cinemas

O relato apocalíptico da série de livros Deixados para Trás, de Tim LaHaye e Jerry B. Jenkins, ganhou outra versão cinematográfica. A produção da EchoLight Studios, em parceria com Fathom Events, visa alcançar uma audiência mais jovem, por isso a aposta em uma nova roupagem.</BR>
“Vanished – Left Behind: Next Generation” [Desaparecidos – Deixados para Trás: A Nova Geração] estreia nos Estados Unidos em 28 de setembro. Ainda não há previsão para o lançamento no Brasil. Trata-se da terceira tentativa de adaptação dos livros para as telas. A primeira, protagonizada pelo astro cristão Kirk Cameron, teve 3 partes. Já “O Apocalipse” com Nicolas Cage, chegou às salas brasileiras em 2014. Nenhuma delas obteve um grande sucesso comercial.</BR>
Desenvolvido pelo roteirista veterano Dave Alan Johnson, com vários sucessos no currículo, a produção foi supervisionada por Randy, neto de Tim LaHaye, falecido recentemente.</BR>
Conforme o que foi divulgado, a aposta desse reboot é usar os moldes de filmes que apresentam sociedades distópicas, como as séries “Jogos vorazes” e “Divergente”, onde é preciso lutar pela sobrevivência e enfrentar inimigos poderosos. No release para a imprensa há uma comparação com “The Walking Dead”, embora não explique a referência.</BR>
Não há previsão de estreia nos cinemas brasileiros.</BR>
</BR>Sinopse:</BR>
Segundo o material de divulgação postado no IMDB, maior guia de filmes da internet, a história vai ser estrelada pelas irmãs adolescentes Gabby (Amber Frank) e Claire (Keely Wilson), além dos jovens Josh (Mason Dye) e Flynn (Dylan Sprayberry).</BR>
Eles testemunham o “desaparecimento” de cerca de um bilhão de pessoa no planeta e precisam descobrir como sobreviver em um mundo agora governado por um único líder, que implanta um sistema totalitário – uma referência ao Anticristo.</BR>
Os donos da produtora EchoLight também são pastores de jovens e fundadores do Ministério Download, acreditam que a aposta numa roupagem moderna não compromete a mensagem. Para eles, o filme irá “cativar e entreter o público”, enquanto ensina sobre o final dos tempos em uma perspectiva bíblica.</BR>
Nos últimos anos, diferentes seriados de TV apresentaram suas próprias versões do Apocalipse. O mais bem-sucedido deles foi Supernatural, mas the Messengers, Dominion, The Leftovers e You Me and he Apocalypse também deixaram esta geração mais familiarizada com o conceito de fim do mundo. Por isso, uma perspectiva bíblica sobre o assunto é bem-vinda. </BR>
Com informações de Assist e Gospel Prime </BR>
Assista ao trailer:
<iframe width="480" height="300" src="https://www.youtube.com/embed/PTXxbs1iF_s" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>


quarta-feira, 31 de agosto de 2016

LIVRO/ DICA: O Pródigo - Uma história maltrapilha, de Brennan Manning e Greg Garrett (Ed. Vida)

Olá, amigos, pesquisando "novos" livros de ficção para indicar em nosso blog encontrei O PRÓDIGO, de Brennan Manning e Greg Garrett, da Editora Vida. Abaixo deixo a sinopse e ficha técnica. E pergunto: alguém já leu essa obra?



Sinopse:

Jack Chisholm é “pastor de pessoas” e lidera uma megaigreja. Tem diversos livros best-sellers e um slogan memorável: “Você pode fazer melhor”. É pregador habilidoso, mas se tem algo de que ele não sabe nada é sobre a graça. Este ano, próximo ao Natal, a congregação da Catedral da Graça olhará para o púlpito, e Jack não estará lá, mas já terá sido muito visto — nos noticiários.

Depois de uma noite de devassidão que culmina em um romance com sua bela assistente, Jack Chisholm fica solitário numa velocidade deprimente. Os anciãos da igreja o retiram do púlpito, os editores retêm seus direitos autorais. E, pior de tudo, sua esposa desaparece com sua filha. Mas, enquanto Jack está chegando ao fundo do poço, desesperançoso e paupérrimo, bebendo para se esquecer dos problemas, quem além de seu pai que tem os braços estendidos apareceria implorando ao filho pródigo: “Volte para casa”? 

O pródigo, livro que verdadeiramente acompanha O evangelho maltrapilho, também de Brennan Manning, ilustra o poder da graça por meio da história de um homem quebrantado que finalmente viu a Jesus, não porque pregava seu melhor sermão ou escrevia seu livro mais poderoso, mas porque miseravelmente falhou. Jack Chisholm perdeu tudo, mas encontrou a graça. A mesma graça que Brennan Manning devotou toda sua vida a compartilhar: profunda em natureza e vinda de um Deus que nos ama como somos, não como deveríamos ser.


Ficha Técnica:
Título: O PRÓDIGO
  • Autor(es): BRENNAN MANNING e GREG GARRETT
    • Páginas: 256Tamanho: 14 x 21 cm
  • Peso: 280 g.
  • ISBN: 978-853-830-323-7
    • Editora: VIDA


terça-feira, 9 de agosto de 2016

VLOG: Presente surpresa que a Editora 100% Cristão me enviou!


Mais um vídeo que posto e trago para vocês. Esse foi de surpresa. Um grata surpresa. Um presente maravilhoso da Editora 100% cristão para mim. Nesse vlog mostro para vocês as novidades que essa parceira mandou para mim. HQs de alta qualidade e um jogo muito legal.

Clique no link abaixo, assistam e confiram!


https://goo.gl/uD0ogU


Forte abraço a todos e peço que divulguem o vídeo.

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

LIVRO/ RESENHA: A Testemunha, do autor Josh McDowell

Olá, amigos estamos de volta com mais uma resenha em vídeo de livro.

Assistam desta vez comentários e informações sobre o livro A TESTEMUNHA, do escritor apologista Josh McDowell.

Forte abraço a todos.


Veja o vídeo abaixo:

https://youtu.be/l1CietNlqBI

youtu.be
Olá a todos, nesse vlog faço algumas considerações sobre o livro A TESTEMUNHA, ficção cristã do escritor e apologista Josh McDowell. O livro conta a história...



segunda-feira, 25 de julho de 2016

LIVRO: Impresso Viajantes do Tempo 2, de Priscila Reis Andrade

Olá a todos! É com satisfação que informo que a amiga Priscila Reis Andrade lançou o segundo volume de sua série de ficção cristã, Viajantes do Tempo.

Aqui em nosso blog já foi disponibilizado o primeiro livro para download, mas a autora pediu para que o removêssemos pois ela lançaria o mesmo em formato digital e impresso, o que realmente aconteceu.


Em 2013, através de um concurso de literatura da secretaria de cultura do Espírito Santo, o volume 1 da Série Grandes Aventuras foi impresso como parte do prêmio por Priscila ter vencido na categoria "Romance - autor estreante".


Agora Viajantes do Tempo 2: PROFECIAS saiu em versão impressa para quem quiser apreciar mais essa aventura.

Foram impressos 50 exemplares do livro 2, e 20 de cara já foram reservados para os adolescentes da Primeira Igreja Batista em Eunápolis - BA. Os demais serão vendidos pelo site da autora (CLIQUE AQUI PARA ACESSAR), e já estão disponíveis lá. Aproveite!


O post completo sobre o livro está no blog Eclética 
Acompanhe a Priscila Andrade pelas redes sociais para estar sempre por dentro das novidades: Instagram | Facebook | Site.
Abaixo deixo a arte da capa e a sinopse de Viajantes do Tempo 2.


SINOPSE:
Caio se meteu em uma grande enrascada! Seu instinto vingativo o fez magoar a menina que ele mais ama e se não bastasse isso, fez um acordo arriscado com a garota de cabelo verde, irmã gêmea da Paloma. Depois de ele ter cometido mais um grande erro, Elisa não quer vê-lo nem pintado de ouro! Mas se livrar de Caio não será tão fácil, afinal, há uma viagem pelos tempos chegando e desta vez mais desafiadora. Conhecimento é o novo guia turístico nesta excursão e parece fazer de tudo para torná-la o mais difícil possível, e isso inclui uma caixa de charadas que pode, além de atrasar o retorno dos viajantes para casa, fazê-los ficar presos no passado para sempre. É uma nova chance para Caio se reaproximar de Elisa e poder presenciar o cumprimento de várias profecias a respeito do esplendor e queda de Israel. Porém Elisa está escondendo alguma coisa e ele precisa descobrir o que é.
Forta abraço a todos!

segunda-feira, 6 de junho de 2016

SÉRIE: Nova série do criador de The Walkin Dead, Outcast, aborda possessão demoníaca


Nova série do criador de The Walking Dead é sobre possessão demoníaca

Robert Kirkman criou The Walking Dead primeiro como história em quadrinhos. Seguindo uma tendência mundial, virou série de TV e atraiu multidões para a frente da TV ou para as telas de computador.

Desde então semanalmente as pessoas acompanham o incessante ataque dos zumbis. O sucesso foi tão grande que gerou uma série paralela, Fear the Walking Dead, igualmente bem-sucedida.

Nos últimos dias, estreou no mundo todo a nova produção de Kirkman, chamada Outcast. Curiosamente, ela aborda um tema que se tornou recorrente na indústria de entretenimento: a possessão demoníaca.

Outcast, que pode ser traduzido como “expulso” baseia-se nos quadrinhos de mesmo nome.  Ela estreou no Brasil pelo canal de TV Fox.

O roteiro mostra como um homem chamado Kyle (Patrick Fugit) precisou lidar com demônios a vida inteira. Ele se junta ao pastor Anderson (Philip Glenister) para uma espécie de ministério de libertação numa pequena cidade no sul dos EUA.

Outcast - Exorcismo

Kyle (Patrick Fugit).

Em entrevista à Rolling Stone, Kirkman explica que a inspiração para a nova série veio da igreja pentecostal que ele costumava frequentar com sua mãe quando era pequeno. Embora não se considere uma pessoa religiosa, afirma acreditar em demônios.

“Eu testemunhei exorcismos enquanto estava naquela igreja. Não gosto muito de falar sobre isso. Aquela pessoa estava cuspindo, mordendo e rosnando e fazendo todo tipo de coisa louca. Eu não estava com medo, parecia algo quase normal para mim”, conta.

Agora, como roteirista de Outcast, ele quer mostrar o que acontece quando um demônio sai de uma pessoa e entre em outra. O primeiro possuído é um menino de 10 anos, que possui uma força sobre humana.

O pastor Anderson se diz um “soldado de Deus” e acredita que, a exemplo dos zumbis, os demônios não desistem nunca. O ator que o interpreta afirmou que estudou “esses pastores evangélicos que aparecem na TV” e procura fazer com que os sermões que repete nas telas sejam convincentes.

Tendência recente

Embora se pareça mais com um filme de terror em episódio, Outcast apenas reflete o interesse crescente das pessoas sobre o assunto. Mais uma vez, cruzes invertidas e rituais macabros serão mostrados na telinha em nome do entretenimento.

Depois de colocar Lúcifer como protagonista em um seriado e o Anticristo em outra, a indústria cinematográfica voltou-se para os quadrinhos com o tema.

No mês passado, estreou Preacher, cujo personagem principal é um pastor, filho de um demônio.

Fonte: GospelPrime.com

quinta-feira, 3 de março de 2016

SÉRIE/ TV: Série sobre Apocalipse estreia esta semana



Nos últimos anos os seriados tem sido umas das principais formas de entretenimento. Devido à popularização mundial da internet e a avidez do público, sobretudo os mais jovens, por esse tipo de produção, alguns rompem barreiras e fazem sucesso mesmo que nunca sejam exibidos em TV aberta.

A produção anglo-americana You, Me and the Apocalypse [Você, eu e o Apocalipse] estreou no ano passado na Europa, exibida pelo canal Sky, e esta semana vai ao ar pela NBC, emissora com as maiores audiência nos Estados Unidos.

Como o nome sugere, a temática é o fim do mundo. Não como a Bíblia o descreve, mas mesmo assim, o roteiro faz muitas menções ao apocalipse bíblico. Em resumo, a narrativa é que o mundo chegará ao fim em 34 dias. Nesta data, um cometa gigantesco atingirá a Terra.

O fim está próximo e não há nada que possa ser feito para evitá-lo. A vida no planeta está rumando à extinção. Enquanto o governo possui um plano para salvar um número limitadíssimo de seres humanos (incluindo o presidente), a maior parte da população mundial está em pânico.

No interior da Inglaterra, um grupo de pessoas aparentemente aleatório acaba se reunindo em um bunker preparado para esse tipo de ocasião.

O condutor da história é Jamie (Mathew Baynton), um bancário de uma pequena cidade e sua família. Isso inclui o irmão gêmeo Ariel (Mathew Baynton), um terrorista cibernético inescrupuloso.

Ao mesmo tempo, mostra as tentativas do padre Jude Sutton (Rob Lowe) e da freira Celine (Gaia Scodellaro) para identificar o falso profeta que preparará o caminho do anticristo.

Misturando comédia e aventura, os episódios mostram diferentes tentativas humanas de lidar com a ideia do fim de tudo. De um lado, multidões se entregam a arrastões, violência indiscriminada, suicídios, orgias e festas. Do outro, muitos tentam “arrumar” suas vidas já que em breve terão de prestar contas a Deus.

A minissérie tem apenas 10 capítulos numa única temporada. Os roteiristas colocam o padre Jude explicando algumas questões escatológicas ao mesmo tempo que luta contra a corrupção na igreja. Em alguns episódios a esperança de uma intervenção divina é tratada.

Há locações em Roma (Vaticano), nos Estados Unidos e na Inglaterra. Apesar do tom ácido pelo qual a religião em geral é vista, a minissérie apresenta algumas reflexões sobre a condição humana e a religiosidade em geral.

A co-produção da Inglaterra-EUA mostra que mesmo em países onde a igreja cristã vive um declínio, a ideia de um juízo final e o que isso significa continua bem presente no imaginário.

O evangelho não é apresentado de forma clara e o Apocalipse na telinha não tem uma grande tribulação nem as pragas mencionadas no último livro da Bíblia. Mesmo assim, pode promover uma porta para os cristãos debaterem sobre o tema com aqueles que acreditam no fim do mundo, mas não sabem o que a Bíblia diz a respeito. 

Com informações de WSJ e Charisma News
Fonte: Gospel Prime

FILME/ INTERNET: Filme sobre a igreja perseguida é censurado no Youtube


Por Fernando Henriques

Filme sobre a igreja perseguida é censurado no Youtube

Cineastas cristãos estão questionando a retirada do Youtube de um pequeno filme recém-lançado sobre a perseguição religiosa no Oriente Médio.

Os criadores do vídeo “Chased” (“Perseguidos”) se manifestaram contra a decisão da plataforma de compartilhamento de vídeos, em remover seu filme de 33 minutos. O departamento responsável pela decisão alegou que o material violou “orientações da comunidade”, por ter conteúdo “impróprio”.

O filme apresenta a história fictícia de Anneliese, uma jovem cristã residente nos EUA, cuja família é perseguida por sua fé cristã.

Como o site do filme informa, a produção pretende mostrar como seria a vida dos cristãos nos Estados Unidos se eles fossem forçados a suportar a mesma perseguição vivida atualmente pelos cristãos no Oriente Médio.

O propósito do filme, o site acrescenta, é “[trazer] a história da perseguição religiosa para perto de casa”.

“Para muitos, a realidade da perseguição é um conceito abstrato. Embora possa ser desconfortável imaginar uma sociedade sem liberdade religiosa, esta é uma verdade muito pessoal para os 100 milhões de cristãos que lutam pelo direito de expressar sua fé em áreas religiosamente reprimidas”, lembrou o texto do site.

“‘Chased’ levanta a questão: ‘e se não existissem as nossas próprias liberdades religiosas?”, destacou.

Christian Post procurou o departamento responsável pela retirada do vídeo do ar no Youtube, para que a decisão fosse comentada, mas não recebeu uma resposta.

Emily Weaver, roteirista do filme, disse em uma entrevista ao The Blaze na semana passada que ela e outros criadores do filme estão buscando respostas a respeito do bloqueio do material.

“Estamos tentando obter uma resposta sobre por que o YouTube proibiu a veiculação do nosso curta-metragem que fala de fé, mas eles estão dizendo que o filme ‘viola os padrões da comunidade’”, explicou Weaver. “Parece que a arbitrariedade é bem viva no Youtube, pelo menos em nossa experiência”.

Vários outros cineastas cristãos concordam que o Youtube é arbitrário e utiliza de um método escuso para proibir spammers e conteúdos que considera inadequados ao site.

Em 2013, tanto o YouTube quanto o Facebook bloquearam temporariamente o filme “Unstoppable” (Imparável), do ator cristão Kirk Cameron (irmão da protagonista de “Fuller House” – nova série da Netflix -, Candice Cameron), devido as políticas destes sites contra “spam” e “conteúdos comercialmente falsos” (?!).

O filme, estrelado por Cameron e produzido em conjunto com a Liberty University, segue o personagem principal enquanto ele procura responder uma importante pergunta: “Por que Deus permite que coisas ruins aconteçam a pessoas boas?”.

“Se Deus é bom, por que há tanto sofrimento? Por que há tanta dor? Por que Ele permite o mal no mundo se poderia pará-lo?”, questiona o ator em vídeo que promoveu o filme, lançado em 2013.

Cameron, que já atuou em sitcoms conhecidos na década de 80 (sendo Growing Pains, da ABC, o mais famoso), conseguiu que Facebook e YouTube suspendessem seus bloqueios a “Unstoppable” depois de iniciar uma campanha online.

“Agora vamos ter certeza que nada irá impedir “Unstoppable” de chegar aos cinemas de sua cidade, em 24 de setembro. Compre seus ingressos hoje. Se vendermos todos os assentos no cinema de sua vizinhança, nada pode impedi-lo de ser exibido lá”, disse Cameron à época da campanha.

Apesar do bloqueio/censura no Youtube, o curta-metragem está disponível na plataforma concorrente, o Vimeo.


Fonte: Gospel Prime

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

FILME: Conheça "Caged no More", filme cristão denuncia tráfico humano


Nos últimos anos, os filmes com temática cristã têm se tornado bastante populares, tendo conquistado um público bastante fiel. As produções mais recentes apresentam roteiros de vários tipos, que mostram a fé como parte da vida dos personagens. O sucesso já levou estúdios seculares de Hollywood a investirem no gênero que é chamado de “faith based” [baseado na fé].

Estreou ontem, nos Estados Unidos, Caged no More, ainda sem título em português nem previsão de lançamento no Brasil. Ao que parece, esse poderá marcar uma mudança nas produções cristãs.

Inspirado em fatos reais, o longa mistura vários gêneros, como ação e suspense. Conta a história de Aggie Prejean (interpretada por Loretta Devine), uma avó que está numa busca desesperada para encontrar suas duas netas, Skye (Cassidy Gifford) e Elle (Abigail Duhon).

As meninas foram raptadas pelo pai, um homem sinistro. Ele as levou para a Grécia onde serão vendidas como escravas sexuais. Assim, ele poderia pagar uma dívida de drogas.

A senhora Aggie é evangélica e pede ajuda a Deus o tempo todo. Além disso, recorre ao tio das meninas, um homem muito respeitado, e seu filho Wil (Alan Powell), que é ex-membro das Forças Especiais do exército. Inicia-se assim uma caçada mundial para levar as meninas de volta para casa com segurança.

Tanto o pai quanto o tio são interpretados pelo ator Kevin Sorbo, que ficou famoso na década de 1990 por causa do seriado Hércules. Evangélico, nos últimos anos passou a fazer vários filmes cristãos,com destaque para “Deus não está morto”.

Enquanto contam a história das meninas vendidas como escravas, Caged no More tenta chamar atenção para esse drama. A cada 30 segundos uma pessoa é vítima de tráfico humano, lembra o trailer.

A produção, realizada pelos mesmos responsáveis por “Deus não está morto”, afirma no site oficial, que o objetivo é “despertar pais, escolas e igrejas” para a cruel realidade do tráfico humano.

O site traz estatísticas sobre o tema, segundo as quais 27 milhões de pessoas se encontram em algum tipo de escravidão hoje. Além disso, 1.200.000 crianças são traficadas por ano. Este é o “crime com maior crescimento no mundo”. No final, um lembrete importante, “elas também são amadas por Deus” e não podem ser ignoradas pelos cristãos.

A crítica especializada tem elogiado o longa pela maneira que aborda um tema tão delicado. 

FONTE: Christian Examiner e GospelPrime