Conheça as ficções cristãs lançadas no Brasil

Não sabia que há uma biblioteca de ficções cristãs para você ler? Veja aqui uma lista completa com os títulos publicados em nosso país.

Frank Peretti que o Brasil não conhece

Saiba que Frank Peretti tem muito mais lá fora do que "Este Mundo Tenebroso". Veja quais sucessos dele ainda não deu as caras por aqui.

Leia a resenha de A Negociadora

Um dos grandes sucessos da escritora Dee Henderson é a série O'Malley. Saiba mais sobre esse primeiro livro da série.

Livro impresso "Ilusão"

Uma ficção cristã de suspense que você não vai para de ler até o final da história. Adquira já o livro impresso ou o eBook baratíssimo.

Tudo que tenho é Cristo

Assista a essa animação emocionante que nos mostra o que está reservado ao cristão que persevera até o fim.

quarta-feira, 30 de abril de 2014

SÉRIE/ NOVIDADE: Criadores da série “A Bíblia” farão remake de Ben-Hur

 
O casal Mark Burnett e Roma Downey foram convidados pelas distribuidoras Paramount e MGM para produzirem a nova adaptação de Ben-Hur.


A contratação é uma tentativa das empresas de evitar controvérsias parecidas com as que o filme “Noé” tem enfrentado em diversos países do mundo ao receber críticas do público cristão.
O casal de produtores já conquistou o mundo com a série “A Bíblia” sucesso em dezenas de países mostrando as principais histórias do Livro Sagrado, incluindo a história de Noé, tendo muito mais elogios que o longa de Darren Aronofsky.

A trama gira em torno do personagem Judah Ben-Hur, que é traído por um amigo e se torna escravo. Enquanto luta para ter a liberdade de volta, Ben-Hur precisa escolher entre o perdão e a vingança. A história acontece nos tempos de Jesus e o personagem principal chega a cruzar com o personagem bíblico.
Ben-Hur é um clássico do escritor americano Lew Wallace lançado em 1880 que já ganhou versões para o cinema. A mais famosas delas foi lançada em 1959 tendo William Wyler como diretor. O filme chegou a ganhar 11 estatuetas do Oscar.

A nova adaptação de Ben-Hur faz parte das produções chamadas de “faith-based”, longas com temáticas ligadas à fé. Essa tendência tem ganhado o público dos Estados Unidos e deve atrair outras nações.
O filme “faith-based” mais recente lançado nos Estados Unidos é “Heaven is for Real”, de Randal Wallac, um longa baseado no livro homônimo que conta a história de um menino de 4 anos que teve uma experiência sobrenatural após ficar entre a vida e morte. Muito doente, o garoto passou por uma cirurgia e quando acordou deu detalhes de uma visita que ele teria feito ao céu.

Lançado há uma semana, o filme já arrecadou 40 milhões de dólares em bilheterias, repetindo o sucesso do livro escrito por Todd Burpo e Lyann Vincent. Todd Burpo é pastor evangélico e pai de Colton, o garoto que viveu a experiência sobrenatural.

Já a produção de “Ben-Hur” deve chegar às telonas em fevereiro de 2016 tendo Keith Clarke (Caminho da Liberdade) e John Ridley (12 Anos de Escravidão) como roteiristas e Timur Bekmambetov (Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros) como diretor.

Extraído do site cinema.gospelprime.com.br

segunda-feira, 21 de abril de 2014

RESENHA/ FILME: Quando Chama o Coração [EDITADO]

Título: Quando chama o coração
Título Original: When Calls the Heart
Duração: Longa
Duração: 90 minutos
Ano de Lançamento: 2013

Sinopse: Quando Chama o Coração é a história de Elizabeth Thatcher, uma jovem professora que está acostumada a uma vida de luxo na alta sociedade e vê sua rotina mudar quando ela é enviada para trabalhar em um.
______________________________

Comecei assistir esse filme de época, me encantei com a fotografia e com todo clima que envolvia os personagens.
Elizabeth Tatcher é uma jovem recém-formada que quer urgentemente lecionar, mas seu único problema é que a vaga que há disponível é num lugar bem distante, aos arredores de uma mineradora de carvão, bem a Oeste de onde ela vive com seus pais e a irmã numa luxuosa mansão.
Ao encontrar um diário de uma tia, que tem exatamente o mesmo nome que ela, e passou por uma experiência parecida do que ela está prestes a enfrentar. Elizabeth Thatcher (tia) se mudou para uma cidadela ao extremo Oeste para lecionar para crianças e tentou dar-lhes todo o seu carinho e, de quebra, pareceu encontrar um jovem interessante e charmoso que  pareceu dar-lhe atenção.
Toda aqueles relatos escritos naquele diário acaba encorajando a jovem professora recém-formada que parte em busca do seu propósito.

Esse era um filme com a cara da escritora Janette Oke, escritora do ótimo livro "A Escolha de Thelma" e também de When Calls the Heart, que foi adaptado para essa produção.

Devo dizer que o elenco do filme é interessante. Ver um filme considerado cristão com atores conhecidos é sempre legal. Meggie Grace (a filha de Lian Neeson no filme Busca Implacável), Stephen Amell (o Arqueiro Verde da série atual "Arrow") e quem não se lembra de Lori Loughlin (a Rebecca da série "3 é Demais")? Esses três estão filme e dão certo peso à produção.

A história também é tinha tudo para prender a atenção do telespectador e emocionar todos aqueles que assistem o filme, mas... não, não é isso que acontece. Infelizmente.


Creio que o filme peca, e muito, na trilha sonora, que é monótona em boa parte do longa. A mixagem do som também não é boa em certos momentos, pois às vezes chega a estar na mesma altura das vozes dos dubladores. Como eu disse a história tinha tudo para dar certo, e dá até você vir as letrinhas dos créditos subindo! Isso mesmo! Quando o filme engata, simplesmente... acaba!! Os personagens são bons, a história é até boazinha, mas o ápice inexplicavelmente é cortado na nossa cara! É de deixar quem assiste ao filme de boca aberta e depois com raiva.

Muitas coisas deixam de se resolver no filme. Não sei se isso acontece no livro também, já que não foi lançado no Brasil, até onde eu sei, mas o par romântico da tia lhe dá um "bolo", dizendo que não pode ficar com ela, pois é um soldado montado, não tendo paradeiro. A Lizabeth-tia não tem um final, ou seja, não se sabe como ela terminou. Elizabeth-sobrinha vai também para o Oeste e é acompanhada por um amigo que agora é da guarda montada (olha a coincidência!), a mando do pai dela, e a protege num assalto à carruagem em que estavam viajando. Ao chegar ao seu destino - um lugar pobre e com carência de seus conhecimentos. Ela se coloca como a mulher de fibra que está ali para o que der e vier, pronta para transpor quaisquer barreiras que que vierem a surgir durante seu trabalho.

Quando pensamos nesses desafios, na possibilidade de um relacionamento entre ela e seu amigo de farda... o filme termina!!!

Quanto aos temas abordados, que sempre trago como pontos positivos em qualquer resenha que faço, declaro que apenas três eu pude extrair da produção: a determinação, o propósito de nossa vida e o amor/apoio aqueles que necessitam de nós.

Mensagem bíblica explícita? Nenhuma. Versículo utilizado? Não! Isso me frustrou também. Tudo que ouvi sobre Deus realmente foi uma única citação a uma pergunta de um dos alunos da tia: "Deus se importa conosco?" A resposta da professora-tia foi: Se eu me importo com vocês e amo vocês, esse amor só pode vir de Deus".

Enfim, creio que para um filme cristão, de uma escritora cristã, essa produção deixou muito a desejar, não somente pela falta de mensagens mais latentes, mas também pela total quebra de expectativa daqueles que esperavam um pouco mais do que apenas localidades belíssimas, bom figurino e atores conhecidos.

Não recomendo o filme, mas recomendo a escritora e seus livros. Não devemos por as duas coisas numa mesma bandeja.

[Editado]: Depois de postar essa resenha, descobri, entrando no site do filme, que há uma série da mesma produtora de Toque de um Anjo - Hallmark Channel, que parece dar continuação ao longa. Creio que seja com outros atores, permanecendo apenas Lori Loughlin no elenco original. Isso, porém, não muda em nada o que achei do filme que, para aqueles que o veem tem a sensação de vazio extremo no final e os desavisados (como eu estava) não têm essa informação que trago agora durante os créditos finais.

Banner da série.


Cartazes do filme nos EUA:


sexta-feira, 18 de abril de 2014

FILME: Direito de Acreditar, filme sobre a liberdade de expressão e a homossexualidade

O longa metragem Direito de Acreditar, destaque do site americano Christian Database, irá debater o delicado assunto da homossexualidade a luz da bíblia e do conflito humano, mas tudo isso sobre a ótica de um jornalista. O filme foi produzido pela Rossetti Productions e foi lançado nos EUA em fevereiro de 2014, ainda não existe data para lançamento no Brasil. Leia a ficha técnica:

Título Original: Right to believe
Direção: Chip Rossetti
Gênero: Drama
Duração: 112 min.
Origem: EUA
Tipo: Longa
Ano: 2014 

Sinopse: Tony Morris (Christopher Hunt) é um repórter de um jornal local, que é rebaixado à escrita para seção da comunidade, após sua credibilidade ser falsamente posta em causa. Logo, Tony, em sua primeira missão em seu novo posto, é apresentado o maior desafio de sua jovem carreira. Com o seu trabalho na linha, Tony é designado para cobrir o primeiro Dia do Orgulho Gay da cidade e entrevistar organizador do desfile, Markus Fry (Timothy Paul Taylor). Desafiado a um debate aberto sobre os princípios bíblicos sobre a homossexualidade, Tony deve escolher entre confiar em seus valores cristãos e convicções morais ou tomar o caminho mais fácil e apenas escrever a história sobre o desfile. Será que toda a carreira de Tony irá desabar se ele se atrever a lutar por aquilo em que acredita?

Assista o trailer do filme Right to Believe (sem legenda)

Fonte: Cinecristao.com

quinta-feira, 17 de abril de 2014

FILME: “Deus não está morto” bate recorde de arrecadação nos cinemase surpreende Hollywood

“Deus não está morto” bate recorde de arrecadação nos cinemas. O filme cristão de baixo orçamento “God is not Dead” [Deus não está morto] surpreendeu Hollywood com seu sucesso nas bilheterias.

Em seu primeiro final de semana no cinema, o longa foi exibido em um número limitado de 780 salas de todo o país. Para efeitos de comparação, é cerca de 25% do número de cinemas que exibem uma grande produção.

Contudo, sua média de público, e consequentemente de arrecadação, foi recorde para esse tipo de produção, ultrapassando US$ 9,24 milhões. Trata-se da terceira melhor média. O primeiro lugar ficou com a superprodução “Divergent” (U$ 54 mi). No total geral, o filme cristão foi o quarto mais visto, perdendo para o novo Muppets e animação infantil Peabody & Sherman. Como não disputa o mesmo público, sua recepção pelos adultos ressalta ainda mais seu sucesso.

Assunto frequente nas redes sociais mesmo antes de sua estreia, God is not Dead conta a história fictícia de um estudante universitário que desafia um professor ateu. Seus atores principais são conhecidos do grande público. A exceção é Kevin Sorbo, que ficou conhecido mundialmente pelo seriado Hércules, interpreta o professor Radisson, que persegue seus alunos cristãos.

O roteiro mostra um pastor (David AR White) que acompanha sua ovelha, Josh Wheaton, (Shane Harper) durante seu primeiro semestre na faculdade. A fé de Josh é testada nas aulas do professor de filosofia, Dr. Radisson, o qual exige que todos os seus alunos assinem uma declaração dizendo: “Deus está morto”.
Só assim receberão aprovação no final do semestre. Josh se recusa e acaba desafiado por Radisson a defender sua crença que Deus está vivo em uma série de debates com o professor durante as aulas. Na verdade, Radisson foi crente na juventude mas perdeu a fé quando seu irmão morreu de câncer e ele culpa Deus até hoje.

Cristão convicto, Sorbo disse que ainda existe muito preconceito contra filmes que falem abertamente sobre Deus em Hollywood e a maioria das produções nunca chega aos cinemas, sendo lançados apenas em DVD ou indo para as TVs a cabo.  Ele diz torcer para que o sucesso deste longa possa ajudar a mudar isso. A crítica cinematográfica especializada tem dado baixas notas para o filme e muitos colunistas dizem não compreender o sucesso da produção.
 
Mark Borde, vice-presidente do Freestyle Releasing que trabalhou na divulgação do filme, explica que o sucesso pode ter surpreendido a imprensa especializada, mas seu estúdio independente estava confiante no filme. “Embora possa ser uma surpresa para a indústria, para nós não foi. Ultrapassamos um milhão de fãs no Facebook, as pessoas estavam falando muito sobre ele no Twitter e em muitas outras plataformas por meses antes do lançamento”, disse Borde.

A LifeWay Films trabalhou durante meses com igrejas de todos os Estados Unidos para que se envolvam com a divulgação do filme. O alvo principal são os estudantes cristãos que estão na universidade, pois é nessa época que estatisticamente a maioria deles se afasta da fé ou mesmo abandona a igreja.
Em 2014 dois filmes com temática cristã devem fazer sucesso. O Filho de Deus, que estreia no Brasil na Páscoa, obteve muita aceitação entre os cristãos e já está sendo chamado de “a ferramenta evangelística da década”. O outro filme é “Noé”, protagonizado por Russel Crowe, mas que vem sendo criticado por ter distorcido a mensagem bíblica.

Com o sucesso inesperado de God’s Not Dead, os produtores cristãos celebram a abertura do público para os “filmes de fé” e mostram o poder de mobilização sobretudo dos evangélicos nas redes sociais. Com informações Christian Headlines

Assista o trailer legendado do filme:

FILME/ EUA: A Cruz para levar, filme evangélico destaque nos EUA em 2014

O longa metragem cristão Uma Cruz para levar, foi destaque no mês de março no site Christian Database. O filme foi produzido pela Clean Energy Entertainment, Nina Holiday Entertainment, RLJ Entertainment, The Gospel Music Channel - gmc. Leia a ficha técnica:

Titulo Original: A Cross to Bear
Direção: Tandria Poots
Gênero: Drama
Duração: 89 min.
Origem: EUA
Ano: 2012
Tipo: Longa

Sinopse: Como toda menina, Erica Moisés tinha grandes sonhos para a vida futura. Mas a vida  tinha outros planos para ela. Depois  de relacionamentos fracassados​​, o vício e a falta de moradia, Erica atinge o fundo do poço, quando ela enfrenta o pesadelo de uma jovem mãe: a perda de seu filho. Com nenhum lugar para ficar, ela encontra-se na soleira da porta de uma casa muito especial. Nesta casa, as mulheres podem encontrar abrigo, uma mão amiga e, apenas talvez, uma segunda chance.  Agora,  Erica enfrenta a mais difícil jornadaà esperança chega para superar seu passado, abrir seu coração para o amor e construir uma nova vida. Estrelado por Danielle Deadwyler, Jackie Longo, Kim Fields e Malinda Williams, esta emocionalmente poderosa história de tragédia, perdão, redenção,  dá um novo significado à palavra "família".

Assista o trailer de Uma Cruz para levar (sem legenda)



Fonte: Cinecristao.com

terça-feira, 15 de abril de 2014

FILME/ DICA: O Último Lance do Leilão, filme nacional estréia na sexta de Páscoa

O filme O Último Lance do Leilão, produção  brasileira, dirigida por Orides Vicente é o primeiro filme independente cristão nacional que irá para o Cinema. O longa metragem foi gravado com apoio da Igreja Evangélica Quandrangular, e estará em cartaz em diversos cinemas do país, sua estréia é no dia 17 de abril, a sexta feira da paixão de Cristo.  Leia a ficha técnica:

Título Original: O Último Lance do Leilão
Direção: Orides Vicente
Gênero: Drama
Duração:  165 min.
Origem: Brasil
Ano: 2014
Tipo: Longa

Sinopse: Júlia (Patrícia Rocha) é uma filha problemática de uma família cristã, viciada em cocaína, ela contradiz tudo em que seus pais acreditam. Seus pais, oram pela menina a fim de fazerem com que ela seja salva da influência de satanás. No entanto, os problemas começam quando a alma de Júlia é leiloada no inferno. Começa então uma disputa entre o céu e o inferno pela alma da escolhida.

Assista o trailer do filme O Último Lance do Leilão


Fonte: Cinecristao.com

segunda-feira, 14 de abril de 2014

LIVRO/ EUA/ SÉRIE: Uma série de livros de ficção que merecia virar um filme!

Encontrei uma nova série nos EUA, que os leitores de ficção cristã por lá afirmam que deveria ser levada às telonas. Trata-se da série de 3 livros intitulada "The River of Time" (O Rio do Tempo), da escritora Lisa T. Bergren.

Essa série conta a história de duas irmãs, Gabi e Lia, que são filhas de arqueologistas. Uma delas, acidentalmente, toca em algo que revela uma passagem secreta num castelo, abrindo um portal para o século XIV, na Itália. Lá ela vai encontrar cavaleiros, damas, batalhas, muitos perigos e, é claro, o amor!

A julgar pelas capas e pelos títulos, observamos que trata-se de uma história fantástica que vai se intensificando a medida que o próximo livro vai começando, não é? Traduzindo os títulos: Queda d'água, Cascata e, por fim, Torrente.
Primeiro livro da série: "Queda D'água"

Segundo livro da série: "Cascata"

Terceiro livro da série: "Torrente"

Foto da escritora Lisa T. Bergren


Sinopse em inglês do primeiro livro - Waterfall:

What do you do when your knight in shining armor lives, literally, in a different world?

Most American teenagers want a vacation in Italy, but the Betarrini sisters have spent every summer of their lives among the romantic hills with their archaelogist parents. Stuck among the rubble of the medieval castles in rural Tuscany, on yet another hot, dusty archaeological site, Gabi and Lia are bored out of their minds...until Gabi places her hand atop a handprint in an ancient tomb and finds herself in fourteenth-century Italy. And worse yet, in the middle of a fierce battle between knights of two opposing forces.

Suddenly Gabi's summer in Italy is much, much more interesting.

sexta-feira, 11 de abril de 2014

LIVRO/ EUA/ SÉRIE: Nova série de sucesso de Francine Rivers, autora de "Amor de Redenção"

Quem gosta das obras da escritora Francine Rivers? Com certeza quem já leu alguma de suas obras se emocionou e virou grande admirador de sua escrita. Quem já leu "Amor de Redenção", então, nem se fala!
Pois bem. Pesquisando um pouco sobre as ficções cristãs mais queridas nos EUA, descobri que os livros dela estão nas primeiras posições no site Goodreads.

Na primeiríssima posição é claro está o maravilhoso "Amor de Redenção", mas há uma série inédita no Brasil que está muito bem cotada por lá, na terra do Tio Sam. Trata-se da série "Mark of the Lion" (Marca do Leão), mais uma ficção histórica que eu adoraria que chegasse logo no Brasil para devorar a história rapidamente. Digam-me se as capas não são de arrasar, também!


Abaixo as capas e sinopses (em inglês) da nova trilogia de Francine Rivers:

#1. A Voice in the Wind (Uma voz no vento)


Torn by her love for a handsome aristocrat, a young slave girl clings to her faith in the living God for deliverance from the forces of decadent Rome.

Tomada pelo amor por um bonito aristocrata, uma jovem escrava se apega a sua fé no Deus vivo para a libertação das forças da decadente Roma.


#2. An Echo in the Darkness (Um Eco na Escuridão)


This classic series has inspired nearly 2 million readers. Both loyal fans and new readers will want the latest edition of this beloved series. This edition includes a foreword from the publisher, a preface from Francine Rivers and discussion questions suitable for personal and group use.

Turning away from the opulence of Rome, Marcus is led by a whispering voice from the past into a journey that could set him free from the darkness of his soul.

Esta série clássica tem inspirado quase 2 milhões de leitores. Ambos, os fãs leais e novos leitores, vão querer a última edição desta série amada. Esta edição inclui um prefácio do editor, um prefácio de Francine Rivers e questões para discussões apropriadas para o uso pessoal e de grupo.

Afastando-se a opulência de Roma, Marcus é liderado por uma voz sussurrante do passado para uma viagem que poderia libertá-lo das trevas da sua alma.


#3. As Sure as the Dawn (Tão Certo como o Amanhecer)

Atretes and Rizpah discover the fires of faith and their own burning devotion to a Lord who draws them into a love that is as sure as the dawn.

Atretes e Rispa descobrem o fogo da e da devoção ardente por um Senhor que os atrai para um amor que é tão certo como o amanhecer.

__________________________

Lembrando que os livros mais recentes de Francine Rivers foram lançados no Brasil pela Verus Editora, como podemos conferir abaixo:

http://ficcaoevangelica.blogspot.com.br/2011/02/dicalivro-amor-de-redencao-francine.htmlhttp://ficcaoevangelica.blogspot.com.br/2012/02/dica-livro-verus-editora-lanca-novo.html



Quem aí se prontifica em entrar em contato com a Verus Editora já começando a pedir que eles publiquem mais esse livro da escritora? Clique aqui!


terça-feira, 8 de abril de 2014

ENTREVISTA: Blog Ficção Gospel Mais entrevista Naasom A. Sousa

Fiquei muito feliz em ser convidado pelo amigo Hêzaro Viana para uma entrevista em seu blog Ficção Gospel Mais. Respondi com muito carinho a todas as perguntas e espero que todos gostem.

A postagem completa eu trago abaixo para todos. Forte abraço e Deus abençoe ao Hêzaro e a todos que acompanham e oram pelo nosso trabalho.


Entrevista com o escritor Naasom A. Sousa
Por Hêzaro Viana Belo para o blog Ficção Gospel Mais 
 

Naasom A. Sousa é um grande sonhador e um idealizador. Dono de uma mente que nunca descansa (pois Naasom também é cantor e compositor), está sempre buscando algo novo que possa ter surgido na mente ou no trabalho de um outro artista (na Literatura e no Cinema), e claro, mais atento ainda ao que possa surgir em sua própria mente. Dessa forma, tem contribuído com a propagação da ficção cristã no Brasil de modo singular. Além de escritor, ele é o criador do blog “Ficção Evangélica” destinado ao público leitor e telespectador de obras de ficção, divulgando, incansavelmente, tudo de novo (ou não) que aparece no cenário literário cristão, com um riquíssimo acervo, sendo o pioneiro nesse tipo de trabalho. 



Formado em Letras pela Universidade Estadual do Pará, Naasom diz que não tinha o hábito de ler, mas que se apaixonou pela Literatura ao ler um livro de ficção evangélica que uma amiga lhe indicou e não parou mais. Logo nasceu “A Missão” o primeiro livro da trilogia “Transformação” e após, se seguiram contos e novos livros como o suspense “Ilusão” que conta uma história eletrizante de satanismo e principalmente sobre o poder de Deus contra o reino das trevas. Agora ele prepara seu novo livro “Um caminho a seguir”, esperado com ansiedade pelo seu público.  

Ele se define como “um homem que pensa mil coisas, tem várias ideias e, graças a Deus, tem vários dons” – e quem ganha com isso somos nós, seu público. 

Resolvi fazer esta entrevista com o autor após conhecê-lo na Internet e ler um pouco de suas obras. Seu talento é incontestável e torço para que sua carreira seja mesmo brilhante.
 Então, vamos conhecer um pouco mais desse homem de Deus que tem arregaçado a mangas para divulgar o Reino Eterno do Senhor através da arte.
1 – Ficção Gospel Mais (FGM) – Como nasceu o Blog Ficção Evangélica?
Naasom: O blog Ficção Evangélica (FE) nasceu quando eu ainda estava me aventurando em busca de literatura cristã na internet em meados de 2006. Não achando nada do gênero voltado para os cristãos, resolvi me meter a fazer um site em .htm, na época, o site Letras Santas. Postei lá alguns textos como ilustrações, peças de teatro e alguns e-books cristãos, estes últimos não existiam na época ou, se existia, eram pouquíssimos. Entre esses e-books, postei a trilogia “Transformação” e “Do Deserto ao Oásis”. Como ficção evangélica era algo que eu amava de verdade e não se tinha nada exclusivo sobre esse gênero na internet (ainda não havia até o seu blog surgir, Hêzaro), resolvi criar o blog para divulgar os trabalhos dos escritores nacionais e internacionais e informar sobre as criações desse gênero a todos aqueles que, assim como eu, sentem-se felizes em entreter-se com uma ótima leitura e, de igual forma, edificar sua vida com alguma mensagem baseada nas Escrituras Sagradas.

2 – FGM – Há retorno satisfatório dos leitores do blog em algum aspecto?
Naasom: Na verdade, pelas minhas contas, não existe nem 1.000 pessoas seguindo o blog no Facebook. Há muitas pessoas que não conhecem esse blog, infelizmente. Pelo menos uma vez por mês leio um comentário enviado para meu e-mail ou deixado no blog que pessoas ficam muito felizes por tê-lo encontrado e não sabiam que havia algo assim. Particularmente me sinto muito feliz quando recebo qualquer retorno dos visitantes do blog, seja comentário parabenizando o trabalho, dando sua opinião sobre uma postagem ou crítica; igualmente de escritores que estão começando que enviam um e-mail me perguntando se eu poderia ler o que eles escreveram antes de publicar. Isso não tem preço.

3 – FGM – Você também é escritor. Esse seu trabalho de divulgar livros de outros autores é gratificante? Por quê?
Naasom: Escrevo algumas coisas (Rss). Eu gosto muito de ficção cristã, e é o processo de criação de enredos, personagens e histórias que me fascina em tudo isso. Saber que pessoas tecem teias, situações que desembocam em outras, segredos e, principalmente, ensinamentos preciosos, colocando tudo isso em palavras me deixa deslumbrado. Ciente de que mais pessoas precisam ter contato com esse tipo de material, ser atingidos por uma história com mensagens de vida, que revelem realmente a pessoa de Cristo, como um meio de evangelização, sinto-me impelido a fazer isso, compartilhar informações de livros, filmes, séries e afins.

4 – FGM – Falando dos seus livros, por que o interesse em histórias policiais e até mesmo suspense como é o caso do livro “Ilusão”?
Naasom: Para mim, um bom livro é aquele que prende o leitor, não o deixando largar mais aquela história até o final. Os questionamentos e a apreensão também são importantes numa boa trama. Os livros policiais e de suspense, em minha opinião, são os que melhor nos dão ferramentas para a surpresa, para as perguntas — por que isso acontece? O que vai ser dele (personagem), agora? Como essa situação vai terminar? Quem é o responsável por isso? — tomarem conta da mente do leitor. Tentei explorar isso ao máximo nos livros Transformação, em Ilusão e é o que estou tentando fazer também em Um Caminho a Seguir, ainda em fase de escrita.

5– FGM – No livro “A Missão”, primeiro volume da trilogia “Transformação”, o leitor é apresentado a Alan Xavier, um servo convicto do Senhor que deixa casa e família para cumprir propósitos de Deus e envolve-se em grandes aventuras com mafiosos. Se você recebesse o mesmo chamado, qual seria sua posição diante da “ausência” de uma promessa de que ao fim da missão voltaria são e salvo para os seus?
Naasom: Creio que quando ouvimos, de fato, a voz de Deus, como aconteceu com Alan Xavier, não tememos nada, muito menos a morte. O problema é que atualmente não se tem uma intimidade tão estreita com Deus para ouvir nitidamente a sua voz. O mundo tem abafado demais o que Deus tem dito à sua Igreja, assim como as coisas oferecidas pelo inimigo de nossas almas a nós tem sido empecilho para o estreitamente de laços com o Senhor. Entretanto, se ouvirmos a voz do Senhor verdadeiramente todos os temores são dissipados e a certeza que Ele está conosco nos motiva a seguir adiante e cumprir sua ordenança.

6 - FGM – Você também escreve contos que detém títulos e prêmios em concursos literários, e seu conto “Um exemplo de joelhos” é realmente maravilhoso, bem enredado e conciso. Pretende lançar um livro reunindo seus melhores contos?
Naasom: Gosto de desafios. Propus-me a escrever algo e surgiu o primeiro volume de Transformação. Surgiu a oportunidade de escrever um conto e surgiu “Aqueles braços fortes”, onde ganhei o 1º lugar na categoria contos aqui no município onde resido. O conto “Um exemplo de Joelhos” foi uma história tanto para entreter quanto para emocionar e falar sobre a importância da intercessão. Sobre um livro de contos, estou reunindo os contos que escrevi até agora e mais algumas que estão engatilhados para reuni-los num volume só. Quem sabe pode sair um livro muito bacana no futuro.

7 - FGM – Algum dos seus personagens é baseado em alguém que você conhece?
Naasom: Dois contos meus são muito especiais, pois foram baseados em duas vidas extraordinárias. “Aqueles braços fortes”, foi inspirado em minha mãe. Sua luta para criar a mim e minhas irmãs, sua força, disposição e coragem foram coisas que me marcaram profundamente e nunca vou conseguir descrever em palavras a ela o quanto a admiro e amo por isso. O conto “Um exemplo de Joelhos”, que vai ser impresso esse ano numa coletânea dos melhores textos apresentados no último concurso aqui na cidade, inspirei-me em minha avó, uma mulher fervorosa. Lembro-me de quando eu ainda era pequeno e a observava ajoelhada, em silêncio, falando com o Senhor. Não entendia muito na época, mas com o tempo entendi o sentido daquilo. É o que acontece no final do conto. O personagem cai em si e vê a importância do que viu e presenciou por toda a sua infância, adolescência e juventude. Orgulho-me desses dois textos pelas mensagens aos outros e pelo real significado para mim.

8 - FGM –Há algum projeto seu para um livro totalmente romântico?
Naasom: Há algum tempo comecei a escrever um livro romântico com o título “Encontros”, mas acabei não continuando a história nesse formato. Acabei adaptando o enredo em forma de roteiros de uma série, que hoje podem ser baixados (atualmente no 5º episódio) com o nome de “Toque de Amor”. Essa série narra a história de Douglas, um rapaz que volta à sua terra natal depois de 10 anos e encontra três amigos. Esses amigos lhe impõem uma aposta onde Douglas terá que conquistar uma garota chamada Natália, que é filha de pastor e difícil de ser cortejada. Dessa série já tenho o argumento de toda a primeira temporada, mas é um trabalho que, em meus planos, é para longo prazo.

9 - FGM – Como anda o seu lado cantor e compositor?
Naasom: No momento dei uma grande pausa nesse meu lado. Já gravei um CD, “Poder de Verdade”, mas o tempo não me permitiu divulga-lo como eu queria. Canto e toco teclado na minha igreja. Quando há eventos na sede da Igreja do Evangelho Quadrangular (minha denominação) estou sempre escalado para louvar. Tenho algumas novas composições, inclusive tenho vontade de gravar algo como voz e violão e por na internet e divulgar as músicas, mas não tenho um ambiente legal para fazer isso. Quem sabe num futuro próximo, também. Enfim, tenho muita vontade de avançar mais nesse ministério e creio que Deus tem grandes coisas a realizar através de minhas canções.

10 – FGM – O que sonha para a ficção cristã no Brasil?
Naasom: Que a ficção cristã por aqui seja mais lida e valorizada. Há muitas pessoas que nem sabem que existe uma literatura voltada para esse segmento. Temos atualizado uma lista no blog Ficção Evangélica, desde 2010, que traz vários títulos lançados no Brasil e quando os visitantes veem essa lista pela primeira vez ficam fascinados com a variedade de livros que não se tem conhecimento. Então, que possamos medir esforços para que esse gênero da literatura cristã seja mais notado tanto pelos leitores quanto pelas editoras cristãs brasileiras.

11 - FGM - Deixe uma mensagem para quem está começando a aventurar-se no mundo da escrita.
Naasom: Tenha em mente que nada é fácil e que escrever é uma questão de aperfeiçoamento constante e que às vezes (eu diria sempre, haja vista a lista sempre enorme nos agradecimentos nos livros de sucesso) requer ajuda de várias pessoas, seja um outro escritor, leitor ou parente para deixar sua história melhor. Lembre-se que uma história não é nada sem um personagem marcante; um bom personagem não é nada se não estiver inserido numa história envolvente. Busque sempre atingir o seu leitor no ponto certo, de acordo com o gênero que você escreve, dando oportunidades a ele de se emocionar, questionar, torcer, se apaixonar e, principalmente, aprender com a mensagem que você estiver passando, pois uma ficção cristã sem uma mensagem que seja, não pode ser chamada assim, afinal.

12 – FGM - Naasom A. Sousa por Naasom A. Sousa...
Naasom: É sempre difícil definir ou descrever a nós mesmos. Vou ser brevíssimo, então. Naasom A. Sousa é um homem que pensa mil coisas, tem várias ideias e, graças a Deus, tem vários dons. Que procura sempre agir de maneira honesta e amigável, pois somos uma carta, conhecida e lida pelos homens (2Co 3:2) e que pretende, juntamente com sua família e amigos sempre buscar a felicidade em Cristo até chegar diante do Rei e ser aprovado.

13 – FGM - Suas considerações finais:
Naasom: Agradeço a oportunidade de ter minhas palavras, trabalho e ideias divulgadas nesse espaço e peço que divulguem o blog Ficção Evangélica (www.ficcaoevangelica.blogspot.com.br) para que mais pessoas tenham contato com esse tipo de literatura que entretém e edifica. Gostaria que aqueles que não leram meus textos e livros que os procurem, leiam e deem-nos o feedback com comentários e sugestões. Um forte abraço ao Hêzaro, um grande amigo que tive o privilégio de encontrar na internet, que Deus continue abençoando sua vida e família. Parabéns por esse projeto. A todos que lerem essa pequena entrevista, saiba que você é especial e que Deus ama muito você. No amor de Cristo.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

FILME/ DICA: Labirintos Internos, um dos filmes mais esperados para o ano lança seu trailer!

O longa metragem Labirintos Internos, uma produção da Pontes Filmes, com apoio da Jocum Brasil e da Cia Nissi, é um dos filmes brasileiros mais esperados para este ano.

A produção é dirigida por Daniel Silva, que já ganhou o prêmio de melhor diretor pelo Festival Nacional de Cinema Cristão, 2013, com o filme O Valor de Um Sonho, recebendo no total sete estatuetas, em diversas categorias.

Labirintos Internos é um filme estratégico para o combate ao tráfico sexual no período da Copa do Mundo no Brasil, ele é uma alegoria da história de Oséias, conta com atores de renome como o Régis Terêncio e a Adriana Serrano. O trailer em um dia de divulgação já está na casa dos 4 digitos no youtube.

A ficção narra a história de Beto, um homem bem conceituado em sua comunidade, que se casou com uma ex-prostituta Suzana. Após o casamento, eles buscam esquecer o passado de Suzana, reconstruindo suas vidas em uma cidade do interior. Quando alguns fatos acontecem,acabam revelando que aquela vida passada ainda persiste em atormentá-los, com muitas cicatrizes e feridas a serem curadas. A situação toda empurra Suzana de volta ao submundo da prostituição e exige de Beto a busca de reconquistar uma pessoa ferida, marcada socialmente como não merecedora de amor.


Assista o trailer do filme Labirintos Internos


sexta-feira, 4 de abril de 2014

FILME/ DICA: Graça filmes irá lançar o filme Not Today, com o nome "Antes que seja tarde"

O longa metragem Not Today, tradução literal para Português é Hoje Não, é uma excelente produção cinematográfica, que retrata a questão da exploração sexual infantil na Índia, o filme foi um grande sucesso nos estados Unidos, devido o seu tom de denúncia contra as injustiças sociais e a mensagem contra o individualismo americano.

A distribuidora Graça Filmes já lançou o poster oficial do filme, com o novo título no Brasil, que será chamado de "Antes que seja tarde". O lançamento será provavelmente em maio.


Leia a sinopse de Not Today: Caden Welles, um rapaz de 20 anos que vive para fazer festa com os amigos pelo mundo. Mas agora, quando escolha a Índia para farrear vê suas expectativas virarem um pesadelo. Após acordar de um porre, na rua e sem carteira, Caden encontra um pai com sua filha pedindo ajuda. Depois de algum tempo Caden descobre que o próprio pai da garota a vendeu para uma casa de prostituição. Caden então sente-se obrigado a fazer algo para tirar a pequena garota de seus novos "donos".


Veja o trailer do filme:


em Cinecristao.com