quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

RESENHA/ LIVRO: O Enigma da bíblia de Gutemberg, de Maurício Zágari [Ed. Anno Domini]

Título: O Enigma da bíblia de Gutemberg
Autor: Maurício Zágari
Editora: Anno Domini
Páginas: 125

Sinopse:  
A série GERAÇÃO AÇÃO presenteia o público jovem com histórias de ação e investigação cheias de adrenalina que servem de pano de fundo para a transmissão de importantes ensinamentos espirituais. Este primeiro livro da coleção, O Enigma da Bíblia de Gutemberg, narra as aventuras de Daniel, um jovem cristão brasileiro que, para desvendar um crime, tem de promover uma complicada investigação. Para isso ele precisa usar todo seu conhecimento bíblico - e seguir os ensinamentos de Jesus. O que ele não sabe é que, em meio a essa aventura, sua vida será ameaçada por traficantes de drogas e ele se tornará o principal suspeito. Quem é o criminoso? Como solucionar o crime? Como provar sua inocência? E a pergunta maior: como se manter fiel a Cristo a cada passo dessa jornada? As respostas a essas perguntas estão no eletrizante thriller espiritual O Enigma da Bíblia de Gutemberg.

Compre esse livro no site da Anno Domini, clicando aqui.

-------------------------


Desde o momento em que visitei o blog Livros só mudam Pessoas e vi uma menção sobre esse livro, quis saber melhor do que se tratava. Fui direto ao site da editora AnnoDomini e conheci a série Geração Ação, uma série infanto-juvenil que, até agora, é formada por três livros. Que trazem história com ação mistério e aventura recheadas com mensagens e princípios bíblicos.

Nesse primeiro livro conhecemos Daniel, um jovem cristão que é conhecido, por seus amigos e conhecidos da igreja por dois adjetivos: Crânio e Bênção. O primeiro é mais pelos amigos, que ficam boquiabertos em como ele tem facilidade de memorizar versículos bíblicos; o segundo apelido está exclusivamente na boca das moças que oram a Deus pedindo aquela bênção para ser seu futuro esposo.

Daniel (Crânio/Bênção) é o rapaz comprometido com a igreja, íntegro e tem um faro apurado para o jornalismo investigativo e, de repente, vê-se envolvido num mistério. Um missionário vem até a igreja em que frequenta e trás consigo uma das Bíblias impressas por Gutemberg, de inestimado valor. Mas esta é furtada e então uma investigação começa. Daniel logo chega a dois suspeitos e passa a investiga-los, mas logo uma reviravolta acontece e ele passa a ser o principal suspeito pelo furto.

O livro trás uma linguagem simples, para que os adolescentes e jovens não se cansem durante a leitura. O autor é direto e a trama não é de grande complexidade e isso é um ponto positivo para que os mais novos, que não têm intimidade com a leitura, não se cansem ou fiquem entediados. Outro ponto positivo são os versículos e mensagens bíblicas que o autor escreve por todo o enredo. Por exemplo, a hora de chegar à igreja:

“Daniel não gostava de entrar no santuário com o culto já começado. Ele entendia que ‘o culto começa no começo’ e nunca no meio do louvor.”

Ou julgar e tratar as pessoas segundo o passado delas ou pelo conceito de outros:

“Fica aqui uma lição para todos nós: não é porque uma pessoa tem um passado condenável ou porque é convertido há pouco tempo que deve ser posta na berlinda, no banco dos réus do nosso preconceito.”

O desfecho desse livro foi interessante e traz mais uma lição, principalmente aos nossos líderes e pastores. Claro que o mistério foi resolvido pelo Crânio, mas o criminoso só poderá conhecer aquele que ler o livro.

Quero parabenizar ao autor Maurício Zágari e à AnnoDomini por esse livro e pela série Geração Ação e pela visão de águia por investir numa série de ficção para o público infanto-juvenil que, tenho certeza, renderá muito mais frutos do que já tem rendido (não é a toa que ganhou o prêmio Areté de Autor Revelação do Ano e Melhor Livro de Ficção/Romance). Recomendado!

1 comentários:

Janice Azevedo disse...

Vi esse livro em um site e pretendo lê-lo. Parece ser bem interessante.
Parabêns pela resenha..!