quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

RESENHA/LIVRO: O despertar da Escuridão - COLEÇÃO O FIM DO MUNDO Vol. 1

Título: O Despertar da Escuridão

Coleção O Fim do Mundo

Autor: Jonathan R. Cash

Editora: Danprewan

Páginas: 144

 

SINOPSE: Neste primeiro volume da série, O despertar da escuridão, temos um planeta muito diferente daquele que hoje conhecemos.  As nações estão divididas entre várias etnias, religiões e vertentes políticas, tudo beira o caos por conta das diferenças absurdas que nasceram entre os povos. No entanto, tal situação — caótica para os homens de bem — é completamente propícia aos inimigos de Deus, que dela se aproveitam para se fortalecer e iniciar os primeiros movimentos que darão início à maior batalha de que se tem notícia, revelada no Apocalipse desde o começo dos tempos: o Armagedom.

 

Quando recebi da editora Danprewan essa coleção fiquei muito empolgado por ter nas mãos uma série nova e que prometia ser promissora. Outro fato que me chamou a atenção foi a pouca quantidade de páginas de cada volume e do formato menor agilizando ainda mais a leitura.

 

O livro começa num clima sombrio e conspirativo entre os membros da "Ordem", que quer implementar a nova ordem mundial, mas ainda não sabem como fazê-lo, até que um agente da organização, o agente 000666, por nome Imanuel se destaca e é escolhido por Lúcifer para ser seu representante na terra.

 

Vemos também, brevemente, a inserção das personagens Stephen e Sabrina, Cammy e Ken. Dois casais. O primeiro cristão; o segundo não-cristão. Stephen passa a trabalhar numa emissora de televisão e a chefiar Cammy e Ken. Este último é convencido que é ele mesmo o centro do universo e vê o cristianismo como a religião do ódio e engano.

 

O 3º núcleo descrito nesse primeiro livro é o mundo sobrenatural, onde anjos e demônios batalham. Foi nesse núcleo que achei que a narrativa se perdeu totalmente, pois nunca li antes coisas parecidas, em relação aos anjos, como li nesse livro, principalmente com relação à oração. Os guerreiros de Deus são retratados como detentores e um arma curiosa, presa ao cinto, que aprisiona os demônios e são capazes de desintegrá-los, enviando-os para um lugar onde permanecerão até o julgamento final. Outra curiosidade que me fez rir e também a minha esposa, quando li para ela, foi os fatos relacionados às orações dos justos ou santos. Nessa ficção é descrita uma ACO (Agência Central de Oração), que existe no céu. Lá há um sistema onde são inseridas as orações. Quem leva as oração até lá são os anjos da guarda de cada pessoa. Porém... Tchan! Tchan! Tchan! O inimigo conseguiu construir um sistema que acaba sugando cerca de 10% das orações para um tipo de buraco negro...

 

Meu Deus! Nunca tinha ouvido falar de tecnologia no mundo espiritual!!

 

Isso são coisas da ficção. E que fique bem claro, isso é fruto de imaginação.

 

Não concordei com esse tipo de ideia ou visão e por isso achei esse primeiro volume muito aquém do que poderia ser. Os personagens não me cativaram. O livro não me cativou, mas serviu para me mostrar mais uma visão (hilária) do mundo sobrenatural.

 

Espero que o 2º volume seja melhor.

 

Próximo volume da série: A profecia verdadeira.

 
PARA ADQUIRIR ESSE LIVRO OU A COLEÇÃO COMPLETA ACESSE O SITE DA EDITORA DANPREWAN: http://www.danprewan.com.br/

3 comentários:

Priscila Gonçalves disse...

pensei que a série era mais fiel a bíblia... confesso que em relação aos personagens deu pra notar uma semelhança com os quatro amigos de deixados para trás, talvez essa coleção seja baseada neles?!?!
essa parte sobrenatural é viajem total né hehe
aguardando as próximas resenhas ^^

Felipe Fagundes disse...

Essas ficções mais "moderninhas" tendem a entrar por esses caminhos, digamos, extrabíblicos.
Mas a história me pareceu bem besta --'

Aliás, eu acho muito desinteressante essa parte de anjos e demônios, muita coisa tem que ser inventada/imaginada para ficar consistente e acabam saindo um pouco da visão bíblica.

Passo essa série :P

Marciel Ignacio disse...

Acho que é questão de ponto de vista. Nada consegue agradar a todos. Mas só por ser mais uma série apocalíptica, já conseguiu atrair minha atenção. Essa resenha só serviu para me deixar mais curioso. Preciso adquirir esta série logo!